3447-7000 / 3421-2112 contato@farmaciaproderma.com.br
      Composto ayurvédico para gerenciamento de peso

      Composto ayurvédico para gerenciamento de peso

      Curcuma longa, Moringa oleifera e Murraya koenigii

                  O sobrepeso incomoda, e muito, todas as pessoas que sofrem com disfunções metabólicas, desordens alimentares e distúrbios psicológicos que causem descontrole na ingestão de alimentos.

                  Além disso, com o avanço da idade e o declínio hormonal, nosso metabolismo regride progressivamente, e manter nosso corpo em forma pode ser uma tarefa desafiadora para muitos.

                  Assim, a suplementação com ativos que facilitem a perda de massa gorda, juntamente com uma alimentação balanceada e exercícios físicos regulares se tornam essenciais para o sucesso no controle de peso.

                 Saiba um pouco mais sobre os ativos de nosso composto:

      Curcuma longa: Ação anti-inflamatória, hepatoprotetora e imunomoduladora

      Nome científico: Curcuma longa L.

      Família: Zingiberaceae.

       Moringa oleifera: Atividade hepatoprotetora, analgésica, nutracêutica, anti-inflamatória e antipirética

      Nome científico: Moringa oleifera Lam.

      Família: Moringaceae

       Murraya koenigii: efeito antihiperglicemico e antioxidante

      Nome científico: Murraya koenigii

      Família: Rutaceas

       Com estes três potentes ativos naturais, a Proderma oferece uma opção inovadora da medicina ayurvédica para o controle de peso. Produzido pela Laila Nutraceutics, esta formulação recebeu o prêmio de “Ativo mais inovador na gestão do peso de 2017”, no evento Nutra Ingredients Awards 2017, realizado em Genebra, na Suíça.

      Em um estudo de 16 semanas, o ativo LI85008F em questão foi testado em dois grupos de 70 pessoas entre 21 a 50 anos de idade, comparando sua eficácia com um placebo, administrado randomizadamente em teste duplo-cego.

      Os participantes caminhavam meia hora por dia, 5 dias por semana, e foram aconselhados a seguir uma dieta de 1800 kcal diária.

      Como resultado, a suplementação com o ativo resultou em melhorias significativas nos perfis lipídicos, reduzindo o colesterol de baixa densidade (LDL) e aumentando o colesterol de alta densidade (HDL).

      Outro efeito positivo foi na redução do peso corporal (em média 5,36 kg), resultando em reduções significativas nas circunferências da cintura e do quadril.

      Assim, conclui-se que a suplementação com os ativos naturais, acompanhada de  restrição calórica modesta e atividade física é bem tolerada, segura e eficaz para o gerenciamento de peso em homens e mulheres com sobrepeso.

      Link do estudo: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29923305

      Dia do nutricionista

      Dia do nutricionista

      A busca pela saúde e bem-estar está em constante ascensão nos últimos anos. Sabemos que hábitos alimentares saudáveis aliados a exercícios físicos regulares podem melhorar, e muito, nossa qualidade de vida.

      Não obstante, a informação de qualidade é imprescindível para que possamos realizar esse processo de forma sadia e eficaz. Para isso, é fundamental que sempre tenhamos acompanhamento de profissionais qualificados, que possam nos orientar de forma personalizada em relação aos nossos objetivos e necessidades.

      Pensando nisso, a Proderma entrevistou duas nutricionistas da cidade de Piracicaba-SP em comemoração ao Dia do Nutricionista (31 de Agosto), fornecendo informações que podem melhorar sua saúde de forma significativa. Tem informações sobre comportamento alimentar, suplementos alimentares e até mesmo sobre dietas vegetarianas e veganas!

      A primeira entrevista foi realizada com a Nutricionista Luiza Delfini, Pós-graduanda em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição Desportiva (UNICAMP).

      1) Por que você decidiu seguir a carreira de nutricionista?

      Eu sempre tive um interesse na área de saúde. E desde adolescente gostava de cuidar da minha alimentação, de praticar exercícios, isso fazia parte da minha rotina. A partir daí desenvolvi esse “amor por cuidar” e percebi que era a Nutrição que tocava meu coração.

      2) Como você acredita que a nutrição afeta a qualidade de vida das pessoas?

      A nutrição nos afeta em todos os quesitos. Nossos hábitos de vida e alimentares resultam em nossa saúde. A alimentação é mais que um prato de comida para saciar nossa fome, é nutrir nosso corpo, é gerar combustível para fazer nossa “máquina” funcionar. E para que funcione bem depende estritamente do que ingerimos.

      3) Quais são os pontos cruciais que devemos focar em nossa alimentação?

      Organização e planejamento. Ninguém segue uma alimentação saudável se não se organizar para isso. A alimentação começa na hora de fazer as compras até o preparo das refeições, ou seja, temos que doar um pouco de nosso tempo para os hábitos saudáveis se consolidarem. Muitas pessoas dizem que não têm tempo, mas a alimentação também deve ser nossa prioridade.

      4) Quais são os erros mais frequentemente cometidos na rotina alimentar?

      Não ter uma boa relação com os alimentos. Hoje as pessoas estão sempre em busca de regras e proibições no que se refere à comida. Não há nenhum alimento que isolado vai te engordar, assim como, nenhum será o emagrecedor milagroso.

      Hoje as informações são disseminadas em sua grande parte de forma errada, então muitos alimentos vão de mocinhos a vilões em pouco tempo e, dessa forma, as pessoas estão cada vez mais confusas. Por isso, é de suma importância ter acompanhamento nutricional de forma individualizada.

      5) Qual a importância dos PRÉ E PROBIÓTICOS?

      O intestino é a principal porta de entrada de nutrientes no organismo, nossa saúde em geral começa nele. A função dos probióticos, os microorganismos, é de colonizar nossa microbiota intestinal, otimizando a absorção de nutrientes.

      Os prebióticos são as fibras que servem de “alimento” para as bactérias benéficas de nossa microbiota. Portanto, a adoção de bons hábitos alimentares, assim como a suplementação com os pré e probióticos podem assegurar o equilíbrio ao intestino, desempenhando papel fundamental em nossa saúde.

      Entrevista com a Nutricionista Clarissa Casale Doimo, Nutricionista (Unicamp) e Especialista em Nutrição Esportiva (USP) e em Comportamento Alimentar e Obesidade – COGNOS (Portugal).

      1) Qual a diferença entre a alimentação vegetariana e a alimentação vegana?

      Segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira:  “É considerado vegetariano aquele que exclui de sua alimentação todos os tipos de carne, podendo ou não utilizar laticínios ou ovos. O vegetarianismo inclui o Veganismo, que é a prática de não utilizar produtos oriundos do reino animal para nenhum fim (alimentar, higiênico, de vestuário etc.).”

      Segundo a nutricionista, as alimentações são definidas da seguinte forma:

      Ovo-lactovegetarianos (Utiliza ovos, leite e laticínios);

      Lactovegetarianos (Não utiliza ovos, mas faz uso de leite e laticínios);

      Ovo-vegetarianos (Utiliza ovos);

      Vegetarianos Estritos (Não utiliza nenhum derivado animal na alimentação);

      Veganos (Vegetariano estrito que não utiliza componentes animais não alimentícios, como vestimentas de couro, lã e seda, produtos testados em animais).

      2) Há necessidade de suplementação vitamínica/mineral nesses tipos de alimentação?

      Não necessariamente. É interessante realizar exame de sangue específico para averiguar e depois, se houver necessidade, realizar a suplementação. Estudos recentes mostram que 40% da população que não é vegetariana (ou seja, consome carne com frequência), está com carência de vitamina B12.

      Essa vitamina antes era apenas investigada nos vegetarianos. Atualmente, sendo vegetariano ou não, é necessária a investigação bioquímica (exame de sangue) para ver se há necessidade de suplementação.

      3) Quais são as melhores fontes de proteínas para as dietas vegetarianas e veganas?

      O  grupo das leguminosas, que inclui:  feijões, ervilha, grão de bico, lentilha, soja (dar preferência para a não transgênica) e tofu de soja não transgênica.

      4) A alimentação vegetariana/vegana é mais cara que a alimentação carnívora?

      Não é para ser. Muitas vezes a alimentação vegetariana ou vegana pode ser até mesmo mais econômica, quando comparada com uma alimentação que inclua as carnes/laticínios.

      Quanto mais alimentos naturais (frutas/grãos/legumes/verduras) uma alimentação tiver, maior é a chance de ser mais econômica no Brasil, país em que encontramos grande variedade e ótimos preços de hortifruti e grãos.

       

      Fitoterápicos para mulheres

      Fitoterápicos para mulheres

      Estudos comprovam ação em sintomas característicos da menopausa

      Fitoestrógenos são substâncias químicas encontradas em alguns vegetais com o poder de mimetizar (quando em doses baixas) a atividade hormonal do estrógeno em nosso corpo. Com o uso de doses elevadas, entretanto, proporcionam o efeito contrário, inibindo sua ação. Tudo se resume à dose utilizada e ao local alvo, portanto. Os fitoestrógenos podem também afetar a produção ou a metabolização dos estrógenos endógenos (produzidos pelo nosso organismo), bem como os níveis do hormônio circulantes na corrente sanguínea.

      Os fitoestrógenos passaram a receber atenção quando um grupo estudado de mulheres asiáticas com uma dieta rica em soja (uma das principais fontes de fitoestrógenos) demonstraram reduzidos problemas de pressão sanguínea na menopausa, além de apresentarem menor incidência de problemas cardiovasculares. Aparentemente, essas substâncias têm ação sobre um ou outro sintoma sem, contudo, apresentarem a ação global dos estrógenos.  

      Estudos recentes assinalam efeitos benéficos na prevenção de doenças crônicas como câncer de cólon (intestino grosso), mamas e doenças cardiovasculares. Em mulheres na pós-menopausa, são capazes de reduzir os sintomas indesejados e prevenir a osteoporose. Acredita-se ainda que os fitoestrógenos produzam alguns dos efeitos estrogênicos, sem, entretanto, causar reflexos carcinogênicos ao nosso organismo.

      Os três maiores grupos de fitoestrógenos são os cumestranos, as flavonas e as isoflavonas. O grupo das isoflavonas parece ter maior atividade estrogênica dentre os três, sendo, portanto, o grupo mais utilizado para estes fins.

      Nos casos onde é definitivamente contra-indiciado o uso dos estrógenos bioidênticos, e haja persistência dos sintomas indesejáveis, a fitoterapia vem sendo apresentada como uma interessante opção terapêutica.

      Quais são as plantas mais representativas na modulação hormonal feminina? 

      Cimicífuga: Também conhecida como Black Cohosh, a Cimicífuga racemosa é um vegetal de origem canadense, cuja parte medicinal utilizada é a raiz, sendo alternativa interessante aos estrógenos, por apresentar menor incidência de efeitos colaterais. A cimicífuga reduz seletivamente as concentrações de LH no sangue, sem nenhum efeito no FSH. O resultado é um efeito moderado no alívio de sintomas causados pela tensão pré-menstrual (TPM) e climatério, especialmente relativos à pressão sanguínea. Foram observados efeitos positivos sobre o aumento da formação óssea, através do estímulo da atividade dos osteoblastos.

      Yam Mexicano: O Yam Mexicano, também conhecido como Inhame Selvagem, é um extrato obtido do rizoma seco de Dioscorea villosa, com capacidade de estimular os osteoblastos, sendo utilizado como coadjuvante no tratamento de dores e desconfortos causados pela artrite e reumatismo. Especificamente para a mulher, o Yam Mexicano pode ser utilizado na terapia de reposição hormonal no climatério, dismenorreia e tensão pré-menstrual.

      Isoflavonas da soja: Trata-se do extrato de soja (Glycina max) padronizado, com no mínimo 40% de isoflavonas. A maior parte das isoflavonas presentes na soja é composta por substâncias não esteroidais e têm ação mais fraca que os derivados esteroidais. A semelhança estrutural entre isoflavonas e o estradiol é a base da proposição de que isoflavonas seriam capazes de repor a atividade estrogênica em humanos. O alívio de sintomas da menopausa (“ondas de calor”, insônia, dor de cabeça e irritabilidade) é um dos maiores motivos pelos quais se busca o tratamento com as isoflavonas. Acredita-se também que exerçam propriedades antioxidantes, mecanismo especialmente importante no caso de doenças que envolvem estresse oxidativo, como é o caso da aterosclerose, e a redução do LDL colesterol.

      Red Clover (Trevo Vermelho): A partir dos botões florais da planta Trifolium pratense são extraídos isoflavonóides, apresentando efeitos estrogênicos da mesma forma que a soja. No processo são obtidos também flavonoides, glicosídeos e óleos voláteis, entre outras substâncias. Assim, é indicada para o alívio dos sintomas da menopausa, como ondas de calor e sudorese noturna. Por possuir fraca atividade estrogênica no organismo, pode ser utilizada também na prevenção contra a osteoporose, além de reduzir sintomas vasomotores da menopausa. O extrato de Red Clover deve ser utilizado com cautela em pacientes com sangramentos ativos, disfunções da coagulação ou em terapia com anticoagulantes, pelo teor de cumarinas. Ao mesmo tempo, sua capacidade de causar aumento da perfusão periférica pode auxiliar no controle da pressão arterial. Contra indicações: mulheres em período de gravidez e em lactação.

      Referências:
      EFRAIN OLSZEWER, NATAN LEVY E REGINALDA RUSSO AGUIAR. -Terapia de Modulação Hormonal Bioidêntica (TMHB) – São Paulo : Ed. do Autor, 2009 – (137:140; 147:154)
      BATISTUZZO, J.A.O., ITAYA, M., ETO, Y. Formulário Médico Farmacêutico. 3ª ed, São Paulo: Pharmabooks, 2006.

      Fórmulas com qualidade comprovada pela Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (SINAMM).

      Contate agora mesmo a nossa Equipe Farmacêutica!

      (19) 3447-7000 (Matriz Centro)
      (19) 3421-2112 (Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)


       farmaceuticoresponde@farmaciaproderma.com.br

       contato@farmaciaproderma.com.br

      Importante

      O texto acima foi elaborado com base em estudos científicos, porém salientamos que o conteúdo é apenas de caráter informativo. Antes de adquirir e fazer uso do produto é importante consultar um profissional habilitado (seu médico ou nutricionista) ou os farmacêuticos Proderma. Envie um email ou entre em contato com as nossas lojas pelos telefones (19) 3447-7000 e 3421-2112.

      Proderma

      Desde 1982 criando produtos de qualidade com foco no cliente e rigoroso controle de processos.

      PRODERMA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO LTDA

      Curta nossa página

      Atendimento

      Segunda a Sexta-feira:
      das 8:00 as 18:00

      Sábado:
      das 8:00 as 12:00

      Contato

      contato@farmaciaproderma.com.br

       (19) 3447-7000 (Telefone - Matriz Centro)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)

       (19) 3421-2112 (Telefone - Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)

      Localização

      Loja 1 (Matriz): Rua Prudente de Moraes, 917 – Centro – Piracicaba SP / CEP 13400-315

      Responsável Técnico: Helena de Fátima Baptistella De Nápoli – CRF SP 8438

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.201321/2002-41 – AE nº 25001.013346/85

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 8438. Licença VISA Piracicaba nº 0938/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.34608.8

      Alvará de Licença MAPA nº 1415 2009

      CNPJ 50.764.604/0001-82

      Loja 2 (Filial): Avenida Rui Barbosa, 519 – Vila Rezende – Piracicaba SP / CEP 13405-217

      Responsável Técnico João Roberto Baptistella – CRF SP 1.13147-3

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.202644/2002-51 – AE nº 0.09951.3

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 13147. Licença VISA Piracicaba nº 939/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.12772.6

      CNPJ 50.764.604/0002-63

      Obesidade infantil

      Obesidade infantil

      Mudanças nos hábitos das famílias podem reverter o aumento da doença no Brasil

      As crianças brasileiras estão cada vez mais pesadas e sedentárias. Dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional do Ministério da Saúde apontam que cerca de 8% das crianças com até cinco anos são consideradas obesas. Além disso, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e a Organização Pan-americana de Saúde divulgaram, em 2017, o “Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe”, relatório que aponta que a obesidade vem crescendo no Brasil, assim como em toda a região pesquisada, com tendência de maior crescimento entre as crianças. O levantamento estima em 3,9 milhões as crianças com sobrepeso no continente.

      A obesidade pode ser provocada por diversos fatores, sejam de ordem hereditária, social ou comportamental, que vão desde a dificuldade em promover uma boa alimentação até o sedentarismo. Na correria do dia a dia, os pais acabam optando por pratos mais rápidos para os filhos, o que leva a uma alimentação rica em gordura e carboidrato, com poucas opções saudáveis.

      O avanço da obesidade entre esse público está ligado os novos hábitos das famílias. Hoje as pessoas se tornam pais mais tarde, pois o foco principal está no trabalho. A comida caseira muitas vezes é um luxo ou restrita aos fins de semana. O lanche das crianças é de pacotinho, suco de caixinha, bolinho. Isso muda o paladar e cria um vício.

      Riscos de gente grande

      A obesidade infantil traz consigo outros problemas de saúde, tornando a criança propensa ao aumento de pressão arterial, dislipidemia, intolerância (ou tolerância diminuída) à glicose e até esteatose (presença de gordura no fígado). São doenças que antes só ocorriam em adultos. Essas crianças também podem ter mais lesões ortopédicas, por conta do peso elevado, desenvolver apneia do sono e ter redução do rendimento escolar. Em casos mais extremos, essas crianças não têm nutrientes para manter as sinapses nervosas e podem ter o aprendizado prejudicado.

      Outro problema é o agravamento desses riscos na idade adulta, uma vez que essas crianças tendem fortemente a se tornar adultos obesos. Esses adultos ficarão propensos a doenças cardiovasculares, infarto, acidente vascular cerebral, diabetes, hipertensão e até alguns tipos de câncer, como os de mama, próstata e cólon. Nas mulheres, há ainda a dificuldade para engravidar, diabetes gestacional e o risco de gerarem bebês com peso inadequado.

      Dá para reverter

      Crianças obesas precisam de tratamento, que passa pelo acompanhamento multidisciplinar de profissionais de saúde. A primeira prescrição é a mudança de hábitos: alimentos saudáveis, ingeridos nas horas certas, dormir cedo e fazer atividades físicas regulares.

      Além disso, muitas vezes é preciso entrar com suplementos nutricionais, ou mesmo medicamentos, que apóiem a retomada da saúde.

      Há casos em que, por comerem mal, as crianças acabam ficando sem aporte proteico, vitamínico e de fibras. Nesses casos, a suplementação acelera a recuperação da criança. Podem ser usadas fibras para dar saciedade e ajudá-las a ir ao banheiro. Além disso, probióticos ajudam a refazer a flora intestinal, que até então vinha sendo prejudicada pela alimentação rica em açúcares e gorduras e pobre em nutrientes benéficos para o intestino. Ao tratar a flora intestinal, a criança dá um passo importante para ter uma imunidade melhor e para regular diversas funções do organismo, se aproximando de uma situação de equilíbrio.

      Qualquer prescrição sempre depende de uma abordagem totalmente individualizada e constantemente reavaliada. Entre as indicações, pode surgir a necessidade de receitar o uso de vitaminas A, D, B12, selênio, cromo, zinco e magnésio.

      Medicamentos

      Em todos os casos o acompanhamento nutricional é fundamental. Pode, porém, ser insuficiente. Situações específicas de obesidade mais severas podem demandar a prescrição de medicamentos para potencializar a perda de peso e atuar no controle da ansiedade e da compulsão.

      A publicação “Obesidade na infância e adolescência: manual de orientação”, da Sociedade Brasileira de Pediatria, indica que, antes de optar por incluir medicação, o tratamento sempre deve ser feito, por pelo menos seis meses, de forma conservadora.

      Quando realmente há indicação medicamentosa, as prescrições devem atender, à risca, as reais necessidades da criança, prezando a menor dose com o menor efeito colateral possível. O documento cita as substâncias fluoxetina, sertralina e metformina. Em relação aos fármacos de atuação direta na obesidade infanto-juvenil, estão hoje disponíveis produtos que podem, em circunstâncias bem determinadas, ser utilizados como coadjuvantes.

      Há situações, também, em que, ao invés de medicar, é preciso suspender ou substituir medicações que levam ao ganho de peso como efeito colateral. Avaliação e acompanhamento devem necessariamente ser feitos por um médico.

      Texto original: Revista Anfarmag nº112

      Fórmulas com qualidade comprovada pela Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (SINAMM).

      Contate agora mesmo a nossa Equipe Farmacêutica!

      (19) 3447-7000 (Matriz Centro)
      (19) 3421-2112 (Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)


       farmaceuticoresponde@farmaciaproderma.com.br

       contato@farmaciaproderma.com.br

      Importante

      O texto acima foi elaborado com base em estudos científicos, porém salientamos que o conteúdo é apenas de caráter informativo. Antes de adquirir e fazer uso do produto é importante consultar um profissional habilitado (seu médico ou nutricionista) ou os farmacêuticos Proderma. Envie um email ou entre em contato com as nossas lojas pelos telefones (19) 3447-7000 e 3421-2112.

      Proderma

      Desde 1982 criando produtos de qualidade com foco no cliente e rigoroso controle de processos.

      PRODERMA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO LTDA

      Curta nossa página

      Atendimento

      Segunda a Sexta-feira:
      das 8:00 as 18:00

      Sábado:
      das 8:00 as 12:00

      Contato

      contato@farmaciaproderma.com.br

       (19) 3447-7000 (Telefone - Matriz Centro)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)

       (19) 3421-2112 (Telefone - Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)

      Localização

      Loja 1 (Matriz): Rua Prudente de Moraes, 917 – Centro – Piracicaba SP / CEP 13400-315

      Responsável Técnico: Helena de Fátima Baptistella De Nápoli – CRF SP 8438

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.201321/2002-41 – AE nº 25001.013346/85

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 8438. Licença VISA Piracicaba nº 0938/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.34608.8

      Alvará de Licença MAPA nº 1415 2009

      CNPJ 50.764.604/0001-82

      Loja 2 (Filial): Avenida Rui Barbosa, 519 – Vila Rezende – Piracicaba SP / CEP 13405-217

      Responsável Técnico João Roberto Baptistella – CRF SP 1.13147-3

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.202644/2002-51 – AE nº 0.09951.3

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 13147. Licença VISA Piracicaba nº 939/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.12772.6

      CNPJ 50.764.604/0002-63

      Hong Qu Mi 赤曲米

      Hong Qu Mi 赤曲米

      A levedura de arroz vermelho e seus benefícios para a digestão e a circulação

      O red yeast rice resulta da fermentação de uma estirpe específica de levedura vermelha (Monascus purpureus) no arroz, por isso se dá o nome de “levedura de arroz vermelho”. O Hong Qu Mi, que há muitos anos é reconhecido na MTC (Medicina Tradicional Chinesa) por melhorar a digestão e a circulação sanguínea, tem sido consumido como suplemento alimentar por conter compostos funcionais, como Monacolina K, que mantém saudáveis os níveis de lipídeos no sangue pelo descréscimo da biosíntese de colesterol pelo organismo. Os componentes isolados do Monascus purpureus exercem diversas atividades biológicas, como proteção ao fígado e atividades antitumorais.

      Ações segundo a Medicina Tradicional Chinesa:

      Hong Qu Mi é utilizado historicamente com as seguintes funções: fortalecer o baço e estômago, promover a digestão, revigorar a circulação sanguínea e eliminar a estase sanguínea.

      O Hong Qu Mi fortalece o baço e o estômago e promove a digestão para tratar a indigestão quando há comida não digerida nas fezes. Para indigestão, geralmente é usado em combinação com Shan Zha (fructus crataegi) e Mai Ya (fructus hordei germinatus). Para a estagnação alimentar, devido à deficiência de baço, é usado com Bai Zhu (rhizoma atractylodis macrocephalae) e Dang Shen (radix codonopsis).

      Além disso, o Hong Qu Mi revigora a circulação sanguínea e elimina a estase sanguínea. Pode ser usado para tratar a estase sanguínea na parte superior do corpo quando combinado com Jiang Xiang (lignum dalbergiae odoriferae), Tong Cao (medulla tetrapanacis) e Mo Yao (myrrha). Também alivia a dor devido a trauma e lesões quando combinado com Yan Hu Suo (rhizoma corydalis), Dang Gui (radicis angelicae sinensis), Hong Hua (flos carthami), Niu Xi (radix cyathulae seu achyranthis), Mo Yao e Ru Xiang (gummi olibanum).

      Resumo das indicações do Hong Qu Mi na Medicina Tradicional Chinesa:

      • Diminui o colesterol (LDL e triglicérides);
      • Dor abdominal devido a sangue estagnado;
      • Disenteria branco avermelhado;
      • Traumas externos e internos.

      Contra indicações:

      Hong Qu Mi deve ser usado com cautela em casos de deficiência de baço e estômago, ou em indivíduos que não têm nenhuma estagnação de alimentos ou estase de sangue. É contra-indicado em indivíduos com doença hepática ativa.

      Literaturas consultadas:

      http://www.acupuncturetoday.com/mpacms/at/article.php?id=28403

      Apostila disponibilizada em curso de Prescrição em Medicina Chinesa promovido pela Anfarmag/Conbrafito

      Fórmulas com qualidade comprovada pela Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (SINAMM).

      Contate agora mesmo a nossa Equipe Farmacêutica!

      (19) 3447-7000 (Matriz Centro)
      (19) 3421-2112 (Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)


       farmaceuticoresponde@farmaciaproderma.com.br

       contato@farmaciaproderma.com.br

      Importante

      O texto acima foi elaborado com base em estudos científicos, porém salientamos que o conteúdo é apenas de caráter informativo. Antes de adquirir e fazer uso do produto é importante consultar um profissional habilitado (seu médico ou nutricionista) ou os farmacêuticos Proderma. Envie um email ou entre em contato com as nossas lojas pelos telefones (19) 3447-7000 e 3421-2112.

      Proderma

      Desde 1982 criando produtos de qualidade com foco no cliente e rigoroso controle de processos.

      PRODERMA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO LTDA

      Curta nossa página

      Atendimento

      Segunda a Sexta-feira:
      das 8:00 as 18:00

      Sábado:
      das 8:00 as 12:00

      Contato

      contato@farmaciaproderma.com.br

       (19) 3447-7000 (Telefone - Matriz Centro)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)

       (19) 3421-2112 (Telefone - Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)

      Localização

      Loja 1 (Matriz): Rua Prudente de Moraes, 917 – Centro – Piracicaba SP / CEP 13400-315

      Responsável Técnico: Helena de Fátima Baptistella De Nápoli – CRF SP 8438

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.201321/2002-41 – AE nº 25001.013346/85

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 8438. Licença VISA Piracicaba nº 0938/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.34608.8

      Alvará de Licença MAPA nº 1415 2009

      CNPJ 50.764.604/0001-82

      Loja 2 (Filial): Avenida Rui Barbosa, 519 – Vila Rezende – Piracicaba SP / CEP 13405-217

      Responsável Técnico João Roberto Baptistella – CRF SP 1.13147-3

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.202644/2002-51 – AE nº 0.09951.3

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 13147. Licença VISA Piracicaba nº 939/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.12772.6

      CNPJ 50.764.604/0002-63

      Controle de peso e circunferência da cintura com probióticos

      Controle de peso e circunferência da cintura com probióticos

      Estudo comprovou eficácia do Lactobacillus gasseri na redução do peso corporal

      Jung et al. (2013) conduziram um estudo que teve como objetivo avaliar os efeitos da suplementação com L. gasseri sobre parâmetros antropométricos em indivíduos obesos e com sobrepeso. Um total de 62 indivíduos com IMC ≥ 23 kg/m2 e glicose de jejum ≥ 100 mg/dL foi selecionado e dividido em 2 grupos para receber, por 12 semanas:

      Grupo I: Lactobacillus gasseri, 2 cápsulas, 3 vezes ao dia.

      Grupo II: Placebo.

      Resultados e Conclusão:

      Após 12 semanas de tratamento com Lactobacillus gasseri, foram observados:

      Controle efetivo do peso corporal e da circunferência do quadril e cintura, de maneira superior ao grupo placebo; tratamento livre de efeitos adversos. Este estudo permitiu concluir que a suplementação com probióticos é uma estratégia segura e eficaz para tratamento complementar na perda de peso.

      Referências:

      Jung SP1, Lee KM, Kang JH, Yun SI, Park HO, Moon Y, Kim JY. Effect of Lactobacillus gasseri BNR17 on Overweight and Obese Adults: A Randomized, Double-Blind Clinical Trial. Korean J Fam Med. 2013 Mar;34(2):80-9. doi: 10.4082/kjfm.2013.34.2.80. Epub 2013 Mar 20.

       

      Fórmulas com qualidade comprovada pela Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (SINAMM).

      Contate agora mesmo a nossa Equipe Farmacêutica!

      (19) 3447-7000 (Matriz Centro)
      (19) 3421-2112 (Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)


       farmaceuticoresponde@farmaciaproderma.com.br

       contato@farmaciaproderma.com.br

      Importante

      O texto acima foi elaborado com base em estudos científicos, porém salientamos que o conteúdo é apenas de caráter informativo. Antes de adquirir e fazer uso do produto é importante consultar um profissional habilitado (seu médico ou nutricionista) ou os farmacêuticos Proderma. Envie um email ou entre em contato com as nossas lojas pelos telefones (19) 3447-7000 e 3421-2112.

      Proderma

      Desde 1982 criando produtos de qualidade com foco no cliente e rigoroso controle de processos.

      PRODERMA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO LTDA

      Curta nossa página

      Atendimento

      Segunda a Sexta-feira:
      das 8:00 as 18:00

      Sábado:
      das 8:00 as 12:00

      Contato

      contato@farmaciaproderma.com.br

       (19) 3447-7000 (Telefone - Matriz Centro)
       (19) 99811-7176 (Whatsapp - Matriz Centro)

       (19) 3421-2112 (Telefone - Filial Vila Rezende)
       (19) 99811-3752 (Whatsapp - Filial Vila Rezende)

      Localização

      Loja 1 (Matriz): Rua Prudente de Moraes, 917 – Centro – Piracicaba SP / CEP 13400-315

      Responsável Técnico: Helena de Fátima Baptistella De Nápoli – CRF SP 8438

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.201321/2002-41 – AE nº 25001.013346/85

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 8438. Licença VISA Piracicaba nº 0938/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.34608.8

      Alvará de Licença MAPA nº 1415 2009

      CNPJ 50.764.604/0001-82

      Loja 2 (Filial): Avenida Rui Barbosa, 519 – Vila Rezende – Piracicaba SP / CEP 13405-217

      Responsável Técnico João Roberto Baptistella – CRF SP 1.13147-3

      Autorização ANVISA: AFE nº 25351.202644/2002-51 – AE nº 0.09951.3

      Certidão de Regularidade: CRF/SP nº 13147. Licença VISA Piracicaba nº 939/2002

      CEVS nº 353870901-477-000085-1-6 AFE Autoriz/MS nº 0.09951.3 AE Autoriz/MS nº 1.12772.6

      CNPJ 50.764.604/0002-63