fbpx
3447-7000 / 3421-2112 contato@farmaciaproderma.com.br
Monascus purpureus e coenzima Q10 como coadjuvantes no tratamento da dislipidemia

Monascus purpureus e coenzima Q10 como coadjuvantes no tratamento da dislipidemia

Muitas condições de saúde podem ser tratadas através da correta suplementação e associação de substâncias que são benéficas para a regulação do organismo. Saiba a seguir a relação entre o monascus purpureus e a coenzima Q10 no tratamento da dislipidemia. 

O que é dislipidemia?

A dislipidemia é uma doença caracterizada por anomalias nos níveis de lipídeos presentes no sangue, principalmente verificados no colesterol total e triglicéridos. Quando esses níveis estão alterados, apresentando grau elevado, é possível que ocorra o acúmulo de placas de gordura nas artérias do organismo. Este acúmulo, por sua vez, pode ocasionar obstruções na circulação do sangue, de forma parcial ou total, o que afeta o fluxo sanguíneo que precisa chegar ao coração e ao cérebro. 

Causas

As dislipidemias possuem duas causas principais. A primeira delas está relacionada a fatores genéticos, quando há casos na família do paciente. Já a dislipidemia secundária, pode ser ocasionada pela presença de outras doenças que o paciente já possua, como diabetes, por exemplo, ou ainda pelo uso de medicações, como corticóides e diuréticos. 

Sintomas

Não existem sintomas relacionados à dislipidemia, a única forma segura de realizar o diagnóstico é através de exames de sangue periódicos. 

O que é Monascus purpureus

O Monascus purpureus é um tipo de levedura vermelha, muito comum no arroz vermelho. Esse bolor de cor púrpura também é conhecido como ang-khak. Esse fungo é muito utilizado pela medicina tradicional chinesa, principalmente na forma de levedura do arroz vermelho, usado em diversas formulações farmacológicas e também na produção de alimentos. 

O que é a Coenzima Q10? 

A coenzima Q10, que também é conhecida como ubiquinona, é uma substância importante para a produção de energia no organismo. Está presente em todas as células do corpo, sendo produzida naturalmente. Contudo, pode também ser obtida através da alimentação ou suplementação. 

Qual a relação entre o Monascus purpureus e a Coenzima Q10 no tratamento da dislipidemia? 

A dislipidemia é caracterizada pelo aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue. O seu tratamento está atrelado a mudanças de hábitos alimentares e a prática regular de exercícios, que podem ser aliados ainda ao uso de suplementos. 

O M. purpureus e a coenzima Q10 são ótimos aliados ao tratamento da dislipidemia, visto que ambas as substâncias possuem capacidade de diminuir os níveis de colesterol e triglicerídeos no organismo, através de suas propriedades. 

O M. purpureus atua diminuindo a produção do colesterol no fígado, o que acarreta na diminuição dos níveis de colesterol total, do colesterol LDL e dos triglicerídeos. Já a coenzima Q10 inibe a absorção intestinal do colesterol. Portanto, o uso associado da suplementação das duas substâncias combinado ainda com um estilo de vida saudável, se mostra muito eficaz no tratamento da dislipidemia. 

Medicina tradicional Chinesa: conheça os benefícios de algumas fórmulas fitoterápicas para a sua saúde

Medicina tradicional Chinesa: conheça os benefícios de algumas fórmulas fitoterápicas para a sua saúde

A medicina tradicional chinesa é muito conhecida pelo uso de fitoterapia. Suas práticas são milenares e se desenvolveram ao longo de toda a história da civilização chinesa, perdurando até os dias de hoje. Conheça 3 fitoterápicos e seus usos.

Ganoderma Reishi

O Ganoderma Reishi é um cogumelo (Língzhī, em chinês), muito utilizado na medicina tradicional chinesa. Possui propriedades medicinais poderosas, capazes de atuar no sistema imunológico e longevidade. Na China, é conhecido como “cogumelo da imortalidade”. 

Esse cogumelo possui formato achatado e sabor amargo, portanto é mais comum ser consumido em forma de suplemento. Suas propriedades foram comprovadas através de estudos científicos e no Brasil, é cultivado dentro de rigorosas normas, para preservar o seu potencial. 

O Ganoderma Reishi tem a capacidade de aumentar a produção de ATP no organismo e atuar no aprimoramento do sistema imunológico, aumentando funções no organismo que previnem o envelhecimento precoce. 

Os componentes responsáveis por esses efeitos são os polissacarídeos presentes nesses cogumelos, principalmente as moléculas de alfa e beta glucana.

Gui Pi Tang

O Gui Pi Tang é um fitoterápico conhecido por suas capacidades medicinais que tratam o desgaste mental e a insônia. Essa formulação é composta por diversas plantas medicinais e é consumida como um suplemento. 

Atua diretamente no restabelecimento do equilíbrio mental, pois ajuda a melhorar os sintomas do estresse, combatendo também a insônia. Auxilia também na melhora do foco e concentração, beneficiando a memória. 

Além disso, também ajuda no tratamento de anemia e úlceras gástricas.

Si Jum Zi Tang 

Assim como o  Gui Pi Tang, o Si Jum Zi Tang é um fitoterápico que combina diversos ingredientes em sua formulação. Segundo a medicina tradicional chinesa, é utilizado para cuidar da energia vital (QI), através do fortalecimento do baço e estômago. 

Possui propriedades cicatrizantes, sendo um aliado para o tratamento de úlceras gástricas. Também regula a produção das secreções gástricas, diminuindo os efeitos da gastrite crônica. 

O Si Jum Zi Tang possui características anti inflamatórias, ajudando no tratamento de síndromes respiratórias, promovendo alívio para os sintomas gripais, por exemplo.  

Outro uso do Si Jum Zi Tang é voltado para o tratamento da fadiga e da dispnéia. 

Gostou do conteúdo? A Proderma conta com uma linha completa de Medicina Tradicional Chinesa (inclusive as fórmulas citadas acima) à disposição para você cuidar da sua saúde.

Entre em contato!

Saiba o que é a Síndrome Geniturinária da Menopausa

Saiba o que é a Síndrome Geniturinária da Menopausa

A Síndrome Geniturinária da Menopausa (SGM) é uma síndrome que afeta, em média, metade das mulheres que estão no período de menopausa. A condição geralmente apresenta sintomas genitais (como a secura, ardor e irritação na área vaginal), sintomas sexuais (falta de lubrificação, desconforto e dor) e urinários (urgência miccional e infecções urinárias). 

O aparecimento destes sintomas está relacionado com a queda na produção do hormônio estrogênio. Essa diminuição é causada pela suspensão definitiva do ciclo menstrual nas mulheres.  

Os sintomas da Síndrome Geniturinária da Menopausa podem aparecer de forma associada ou não, além disso, também são considerados crônicos e de evolução progressiva. 

Tratamento

O tratamento para a Síndrome Geniturinária da Menopausa pode ser focado em seus sintomas, trabalhando de forma que os mesmos possam ser superados gradativamente pelas pacientes que apresentam a condição. 

Hidratantes vaginais e lubrificantes

Os hidratantes vaginais são a abordagem mais comum para o tratamento da área vaginal, forrando a parede da vagina e mantendo-a úmida e hidratada, o que diminui a sensação de secura, ardor e irritação na área. Já os lubrificantes diminuem o desconforto sexual, diminuindo o atrito durante a relação e também a secura. 

Estrogênio 

O estrogênio é o hormônio feminino que entra em queda com a chegada da menopausa, ocasionando a Síndrome Geniturinária da Menopausa, bem como outros sintomas do período. A reposição desse hormônio através de suplementação pode ajudar a combater doenças que surgem com a menopausa. A estrogenioterapia possui efeitos muito positivos no tratamento dos sintomas da SGM, principalmente em mulheres que possuem mais de 60 anos ou que já estejam na fase pós-menopausa há pelo menos 10 anos. 

Conheça a AM Fórmula e PM Fórmula.

A AM Fórmula é composta por Camelia sinensis, Ginseng e Cimicifuga (também chamada de Actea ou Black Cohosh), ingredientes que atuam no combate aos sintomas da menopausa, inclusive, auxiliando na melhora da atrofia vaginal. 

A PM fórmula, composta por Magnolia, Teanina e Cimicifuga, ingredientes que complementam o tratamento e auxiliam na melhora da ansiedade e insônia. Saiba mais clicando aqui

Você sabe o poder imunoestimulante que a Equinácea purpúrea possui?

Você sabe o poder imunoestimulante que a Equinácea purpúrea possui?

A equinácea purpúrea é uma planta utilizada para fins medicinais. É muito utilizada como uma opção natural para tratar inflamações, gripes e resfriados, além de outras doenças virais. Essa flor de cor púrpura é nativa das Américas, sendo muito cultivada também na Europa. Conheça mais sobre a equinácea e suas propriedades. 

Propriedades medicinais

Muito utilizada desde a antiguidade, a equinácea purpúrea é uma planta medicinal com propriedades poderosas que atuam nas respostas imunológicas do organismo, tem sido amplamente estudada em pesquisas científicas, que identificaram que partes da flor tem efeito imunoestimulante, reduzindo a ação de proteínas inflamatórias, o que fortalece o sistema imunitário. 

Além disso, os estudos confirmaram também que o uso da planta auxilia na diminuição dos sintomas causados pelas doenças respiratórias, encurtando o período em que sintomas como a tosse, dor de garganta, coriza e dores musculares agem no organismo da pessoa infectada. 

Outros benefícios: 

Tem efeito desintoxicante: a equinácea purpúrea pode atuar também como um desintoxicante natural, assim como os famosos sucos verdes ou vermelhos. 

Aliada no combate aos sintomas de ansiedade: outros estudos que analisaram os efeitos da equinácea apontaram a eficácia do uso dessa planta como um meio de aliviar alguns dos sintomas da ansiedade. 

A Proderma pode te ajudar a incluir mais cuidado em sua rotina e saúde. Traga a sua receita e conte com nossas formulações especiais. 

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre outras plantas medicinais e ativos que ajudam a cuidar da sua saúde? Acesse nosso blog.

O que são cápsulas vegetais?

O que são cápsulas vegetais?

É bem provável que você já tenha feito uso de um medicamento manipulado em forma de cápsulas. Mas você já reparou que existem tipos diferentes delas? 

Por muito tempo, as cápsulas mais utilizadas para a manipulação de medicamentos e suplementos eram do tipo gelatinosa. Com o passar dos anos e dos avanços da ciência e tecnologia, outros tipos de cápsulas começaram a surgir, e hoje não é incomum que seja feita a opção pelas cápsulas vegetais. 

As cápsulas vegetais são compostas por hidroxipropil metilcelulose (HPMC) – celulose derivada de árvores, um produto classificado pela OMS como atóxico e não irritante, o que contribui na diminuição de casos de reações alérgicas pela ingestão.

São ideais para pacientes que possuem algum tipo de restrição, pois não possuem em sua composição corantes, conservantes, glúten, lactose ou qualquer tipo de ingrediente de origem animal, podendo inclusive, serem utilizadas por veganos sem nenhum tipo de preocupação.

Veja abaixo alguns dos diferenciais das cápsulas vegetais:

– Permitem que produtos higroscópicos sejam encapsulados sem qualquer alteração na formulação;

– Mascaram odor e sabor residual dos fármacos;

– Possuem menor teor de umidade (< 9%);

– Evitam o amolecimento de cápsulas e/ou empedramento do ativo;

– Garantem a estabilidade físico-química da formulação final;

– Desintegração em até 30 minutos;

– Origem vegetal;

– Isentas de cromo e metais pesados;

– Aprovadas pelo FDA;

– Atendem às normas GMP;

– Certificados de garantia Vegetarian&Vegan, Kosher e Halal.

A maioria das fórmulas manipuladas pela Proderma é encapsulada com cápsulas vegetais. Caso você queira personalizar sua fórmula com cápsulas vegetais, saiba que essa opção sempre é viável em nossos laboratórios.

Que tal manipular sua receita com a Proderma

Solicite seu orçamento clicando aqui!

Manipulado para Pet. Veja quais são as vantagens!

Manipulado para Pet. Veja quais são as vantagens!

Quando pensamos no trabalho que é medicar nosso pet, já ficamos desesperados. Porém, hoje já é possível fazer isso de forma menos traumática e mais efetiva com os medicamentos manipulados.

Eles facilitam a adesão dos pets ao tratamento, principalmente pelo fato de serem personalizados de acordo com a necessidade do animal, desde o sabor até a forma farmacêutica (comprimidos, líquidos, pós, cápsulas, etc).

Quando utilizamos medicamentos de humanos para os animais, não conseguimos comprar a quantidade exata do remédio, o que gera desperdício. Com os manipulados, você faz apenas a quantidade necessária, evitando que medicamentos sejam descartados, poluindo o meio ambiente.

Outra vantagem é que os medicamentos humanos em forma de comprimido não são palatáveis para o animal, dificultando o consumo e até a absorção da fórmula pelo seu organismo. Ao solicitar a manipulação, você recebe o remédio ideal para o seu bichinho, tornando o momento da medicação mais tranquilo e saudável para o animal.

Mas lembre-se, é de extrema importância que o médico veterinário e o tutor do animal estejam cientes da importância de manipular os medicamentos em farmácias habilitadas, com equipes que tenham especialidade no processo da manipulação correta para os animais. É preciso respeitar a biodisponibilidade do princípio ativo e a melhor forma farmacêutica para o animal.

Para te ajudar ainda mais, separamos algumas dicas de como ministrar os medicamentos:

  • Os cães sabem esconder os comprimidos na gengiva para depois cuspi-los. O ideal é acompanhar o pet por pelo menos 15 minutos, para garantir que ele engoliu o medicamento.
  • Nunca abra cápsulas para misturar na comida. Isso pode levar a perdas na administração ou causar outros problemas.
  • Fracionar comprimidos é sempre um desafio, por conta de não podermos ter doses precisas. Se não for possível manipular, tome cuidado na hora de cortar para que o medicamento não seja desperdiçado.

A Proderma pode manipular os medicamento do seu melhor amigo, garantindo máxima segurança e qualidade. Solicite seu orçamento e leve para casa toda a tradição e qualidade que só a Proderma tem.