fbpx
3447-7000 / 3421-2112 contato@farmaciaproderma.com.br
Própolis: o que é e para que serve?

Própolis: o que é e para que serve?

Própolis é uma palavra muito ouvida nos últimos tempos, principalmente por quem se preocupa com sua beleza e saúde, mas afinal, o que é e para que serve o própolis? 

Uma curiosidade legal para começarmos a falar sobre o assunto, é a origem da palavra própolis. Ela é de origem grega e significa pró (defesa) + polis (cidade), fazendo referência à defesa da cidade, que no caso das abelhas seria a colméia. O própolis é um hormônio natural que é produzido pelas plantas. Ele é formado por um material resinoso e balsâmico que é encontrado em ramos, flores, pólen e brotos, sendo essencial para a defesa das plantas contra fungos e bactérias. Muitos acreditam que ele é produzido pelas abelhas, porém isso está errado. As abelhas apenas coletam o própolis para utilizar nos cuidados da colméia. 

O própolis é o extrato feito a partir dele, têm propriedade antimicrobiana, antifúngica, antiprotozoária, antioxidante e antiviral. 

PARA QUE SERVE O PRÓPOLIS? 

Por mais famoso que o própolis seja, suas propriedades são estudadas até hoje, para que seja possível entender quais são seus reais benefícios. De acordo com alguns estudos, os benefícios são: 

  • Efeito antibacteriano
  • Efeito Antiviral 
  • Efeito Antiprotozoário 
  • Efeito Antifúngico 
  • Efeito Anti-Inflamatório 
  • Efeito Antioxidante 
  • Efeito Cicatrizante 
  • Efeito imunomodulador

EFEITOS INDESEJADOS 

Infelizmente, o própolis não tem apenas efeitos benéficos a nossa saúde e corpo. Ele pode causar efeitos como manchas nos dentes, ser um risco para diabéticos e ainda causar alergias.  

COMO USÁ-LO? 

O própolis pode ser usado para a regeneração de tecidos, cicatrização de espinhas e feridas, entre outras utilidades. Para isso, aplique uma ou duas gotas do extrato de própolis sobre a ferida e repita isso todas vez que trocar de curativo. No caso das espinhas, utilize o própolis de 4 a 5 vezes por dia. 

O própolis pode tratar também de problemas respiratórios, com apenas algumas gotas de seu extrato em uma vasilha com água fervida. Para ajudar, faça inalações com o vapor. 

Para dores como, dor de garganta, adicione quatro a cinco gosta de extratos de própolis em uma xícara de água e a use para fazer gargarejo. Essa solução pode ser usada várias vezes no dia pelo indivíduo dependendo de sua necessidade. 

É importante ressaltar que o uso do própolis não substitui a importância de sempre visitar o médico periodicamente e seguir suas recomendações. Não se auto medique sem a devida orientação.

Câncer de Próstata: a prevenção é a melhor solução.

Câncer de Próstata: a prevenção é a melhor solução.

O mês de Novembro é marcado por ser o mês da conscientização do câncer de próstata. Cerca de 65.000 homens foram diagnosticados com a doença, apenas em 2020, sendo uma das doenças com mais incidências. Mas afinal, o que é o câncer de próstata e como identificá-lo? 

O QUE É CÂNCER DE PRÓSTATA? 

O câncer de próstata é um tumor que atinge homens maduros e que assim que localizado, as chances de cura são consideráveis. Quando ele é identificado em estágio avançado, o risco de sobrevida do paciente é bem menor, por isso a importância de se realizar exames preventivos.  

Esse câncer ocorre na próstata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra. Quanto mais avançado for o tumor, mais mutações irão ocorrer, deixando-o mais agressivo. As células se multiplicam mais velozmente do que as células normais da próstata, o que faz com que as célula neoplásicas tenham a capacidade de invadir tecidos, se disseminando para outros órgãos. 

QUAIS SÃO OS FATORES DE RISCO? 

Os antecedentes familiares assumem grande importância nesse caso, pois um paciente cujo pai ou tio tiveram câncer de próstata, tem o dobro de risco para desenvolver a doença, comparado com a população geral. 

Homens que têm irmãos com a doença possuem mais risco ainda e quando o paciente tem menos de 65 anos e mais de um parente afetado pela doença, o risco pode aumentar de 6 a 11 vezes. 

Outros fatores de risco são a má alimentação, sedentarismo e obesidade. Além disso, os níveis de estrogênio, etnia e região onde vive também podem influenciar para a doença. Atualmente, tem se valorizado o valor do PSA para se dizer as chances de câncer de próstata no futuro para o paciente. Os pacientes que possuem um PSA menor que 1ng/ml tem menos de 5% de chances de apresentarem câncer de próstata dentro de 10 anos. 

SINTOMAS DO CÂNCER DE PRÓSTATA

Na fase inicial da doença, a maioria dos pacientes não apresenta sintomas significativos, porém, eles podem apresentar alguns relacionados a outras doenças comuns como hiperplasia prostática benigna, que tem sintomas miccionais leves a moderados de dificuldade para urinar. As anormalidade podem ser sentidas através do toque com um nódulo endurecido na próstata. 

Já na doença avançada, podem ocorrer sintomas mais intensos obstrutivos miccionais, o que causa o crescimento do local onde o tumor está localizado. Em alguns casos, os sintomas são decorrentes da doença se espalhando pelo organismo, causando obstrução nos rins pela invasão dos ureteres. 

PREVENÇÃO

Os médicos recomendam o exame de toque retal e dosagem de PSA a todos os homens que tem mais de 50 anos. Para os que têm histórico familiar de câncer antes dos 60 anos, os especialistas recomendam que exames comecem a ser realizados a partir dos 40 anos. Vale sempre lembrar que apenas um médico pode te orientar quanto aos riscos e benefícios da realização desses exames. 

Manter um alimentação saudável, não fumar e ser fisicamente ativo ajuda para a melhoria da sua saúde no geral e pode ajudar na prevenção do câncer. Visite um médico regularmente e sempre mantenha seus exames em dia.

Exames Genéticos: descubra o remédio perfeito para você

Exames Genéticos: descubra o remédio perfeito para você

Os exames genéticos são utilizados para inúmeras condições. A Proderma é a primeira farmácia do país a oferecer esse tipo de teste. Neste ano, em parceria com o Centro de Genomas, lançou a possibilidade para pacientes e clientes realizarem exames genéticos, com o intuito de entregarem o mais alto nível de qualidade na entrega de fórmulas manipuladas.

Confira tudo sobre o exame e quais os benefícios de ter um teste genético, para identificar as principais características necessárias em suas fórmulações.

Os testes genéticos podem revelar inúmeras informações sobre o seu corpo.

Como funciona os exames genéticos?

Existem diferentes tipos de exames genéticos, e apesar de não serem utilizados com frequência na elaboração de medicamentos e produtos especializados, os materiais de análise (amostra) são facilmente coletados. É a partir dessas coletas e desses materiais que os especialistas podem se aprofundar na análise de possíveis enfermidades ou tendência genética de cada um.

Como é o processo dos exames?

Todo o processo se inicia com a prescrição de um exame pelo profissional de saúde (médico, nutricionista ou educador físico), de acordo com o que se deseja investigar.

O próximo passo é a coleta de saliva, onde uma pequena quantidade é suficiente para realizar os exames.

Com toda a documentação necessária preenchida, sua amostra é enviada para os laboratórios do Centro de Genomas, em São Paulo, onde em até 20 dias úteis têm-se o laudo disponível.

Assim, com o resultado em mãos, o profissional de saúde será orientado por especialistas sobre a melhor forma de utilizar toda essa rica informação genética em sua enfermidade/treino/dieta ou cosméticos.

No caso do Vivase, um exame genético voltado para a investigação de genes envolvidos em processos de envelhecimento precoce, produção e retenção de colágeno, capacidade antioxidante, entre outros, o paciente terá à disposição um tratamento exclusivo com cosméticos específicos para a sua genética. Tudo isso contando com a expertise de uma equipe farmacêutica com quase quarenta anos de experiência.

Para que servem exames genéticos?

A partir de exames genéticos, é possível tirar inúmeras conclusões sobre as necessidades do organismo e sobre as predisposições que ele carrega. O exame realizado na Proderma com o Centro de Genomas, possui especificidades para as suas finalidades. Entre elas estão:

  • Identificação do perfil genético;
  • Predisposição para doenças e condições metabólicas/clínicas;
  • Perfil de metabolização – remédios, vitaminas e minerais.

O teste genético funciona como uma excelente ferramenta para a elaboração dos melhores produtos, adaptados para cada tipo de metabolização sanguínea. Na Proderma o processo de manipulação é humano, não robotizado. E os testes genéticos auxiliam nessa entrega personalizada e exclusiva.

Identifique se você precisa de um exame genético

Esse tipo de exame se faz necessário em inúmeras situações. A mais indicada é para pessoas e familiares que já possuem alguma doença hereditária na família, para assim conseguirem antecipar tratamentos e formas de prevenção.

Na Proderma, a entrega do produto e remédio perfeito para cada tipo de necessidade é o mais importante sempre. Por isso, se você precisa de um remédio manipulado, você pode realizar o exame de teste genético e descobrir quais as suas necessidades.

 

 

Outubro Rosa – Faça o autoexame para o diagnóstico precoce

Outubro Rosa – Faça o autoexame para o diagnóstico precoce

O Câncer de Mama é considerado um problema de saúde pública, não somente no Brasil, mas ao redor do globo. De acordo com a OMS, o aumento mundial na incidência de casos de câncer de mama, é, em parte, resultado da mudança de hábitos reprodutivos, como o adiamento do primeiro parto, e alterações nos hábitos nutricionais, considerando que a obesidade pode aumentar os riscos de câncer pós-menopausa. 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer do Ministério da Saúde (INCA), no Brasil, o câncer de mama possui altos níveis de incidência em mulheres, sendo a principal causa de óbitos por câncer em mulheres brasileiras. Também, de acordo com o INCA, as regiões Sul e Sudeste são as com maiores taxas de incidência do câncer.

Por isso, se prevenir e identificar essa enfermidade precocemente é tão importante. E o autoexame é uma das formas mais indicadas para diagnóstico em conjunto com acompanhamento ginecológico. Nesse artigo te explicamos o passo a passo para realizar o autoexame. 

Diagnóstico precoce e o autoexame

O diagnóstico precoce do câncer de mama, auxilia no tratamento e na redução do estágio do câncer quando ele se apresenta. Diminuindo as chances de um tratamento agressivo e de um possível falecimento da paciente. A sua origem nem sempre tem uma causa específica, diversos fatores podem estar relacionados ao aumento de chances para desenvolver a doença. 

Algumas características levantadas pelo INCA são: 

  • Idade
  • Fatores endócrinos;
  • História reprodutiva;
  • Fatores comportamentais/ambientais: fumo, alcoolismo, 
  • Fatores genéticos/hereditários.

Realizar o autoexame regularmente, é recomendado para todas as mulheres que possuem mais de 20 anos. Ele deve ser feito regularmente e acompanhado de uma visita ginecológica de no mínimo, uma vez a cada ano.

Por isso, é importante estar atento a certos sinais do corpo. 

Sintomas e características importantes para prestar atenção antes e durante o autoexame:

  • Entenda se há casos de câncer na família: isso pode mostrar uma pré-disposição para a doença.
  • Nódulos mamários: os nódulos podem aparecer em qualquer momento da vida da mulher, ao perceber a existência de um, se encaminhe para um especialista o quanto antes; 
  • Se o nódulo mamário tiver uma consistência endurecida, que aumenta de tamanho ao longo do tempo, procure um especialista o quanto antes; 
  • Pele na região da mama com aparência de casca de laranja;
  • Aumento progressivo do tamanho da mama com a presença de sinais de edema;
  • Retração na pele da mama;
  • Mudança no formato do mamilo.

Ao perceber qualquer um desses sintomas, procure seu médico.

E os sintomas para homens?

O câncer de mama não está restrito apenas para mulheres. Homens também podem desenvolver essa enfermidade. O número de casos se comparado com o número feminino, é consideravelmente menor, mas ainda assim, é importante se manter atento aos sinais:

  • Protuberância ou inchaço geralmente (mas nem sempre) indolor;
  • Pele ondulada ou enrugada;
  • Retração do mamilo;
  • Vermelhidão ou descamação da pele da mama ou do mamilo;
  • Inchaço nos linfonodos axilares.

Como fazer o autoexame?

O autoexame é sempre feito pela própria mulher. É importante que ela conheça o próprio corpo e as suas mamas, assim pode identificar se há algo de estranho ou diferente. Realizá-lo é muito simples, você vai precisar apenas de um espelho e das suas próprias mãos.

 

  1. Ondulações ou tamanhos diferentes na mama: posicione-se de frente para o espelho e observe suas mamas. Compare-as e veja se há a presença de ondulações ou alterações no formato e tamanho;
  2. Identificação de possíveis nódulos: de pé, leve uma das mãos até a cabeça, e examine cada uma das mamas com a mão. Use a mão contrária ao seio e do braço levantado. Ou seja, se for examinar a mama esquerda, levante o braço esquerdo e examine com a mão direita. 
  3. Certifique-se de examinar toda a região fazendo movimentos circulares para cima e para baixo, de um lado para o outro.
  4. Secreções: Ao longo do autoexame, verifique há algum tipo de secreção dos mamilos.

Previna-se

A prevenção é sempre o melhor caminho. Uma saúde equilibrada é a chave para evitar esse tipo de doença. Confira como você pode se prevenir:

  • Pratique atividades físicas regularmente;
  • Alimente-se de forma saudável;
  • Evite fumante;
  • Evitar o consumo de alcoólicos;
  • Evitar o consumo de hormônios sintéticos em altas doses;

O câncer de mama é ainda um dos cânceres que mais acometem mulheres, por isso, pratique o autoexame e mantenha um hábito de check up com seu médico. O diagnóstico precoce é sempre o melhor caminho.

 

 

Crianças e Óleos Essenciais – Dicas para acalmar os pequenos

Crianças e Óleos Essenciais – Dicas para acalmar os pequenos

A Aromaterapia é uma das vertentes da Medicina Tradicional Chinesa, e é baseada no tratamento e manutenção da saúde a partir dos ativos dos óleos essenciais. Assim como a MTC, a Aromaterapia existe há muito tempo. Mas a forma como a conhecemos hoje não é tão antiga assim.

        Acredita-se que essa prática se popularizou no ocidente na época das cruzadas. Mas o termo “aromathérapie”, foi criado pelo químico francês René Maurice Gattefossé, que iniciou seus estudos sobre os óleos essenciais em 1920, a partir de uma percepção que teve do óleo essencial de lavanda. Ele percebeu que o óleo essencial de lavanda aumentava a capacidade de cura da sua pele queimada, e que outros óleos essenciais eram melhores antissépticos que suas versões sintéticas.

O que são os óleos essenciais?

Óleos essenciais (OE) são extraídos de plantas através da técnica de arraste a vapor, na grande maioria das vezes, e também pela prensagem do pericarpo de frutos cítricos. São compostos principalmente de mono e sesquiterpenos e de fenilpropanoides, metabólitos que conferem suas características organolépticas.

Os OE são compostos altamente puros, concentrados e voláteis, derivados de plantas, troncos, flores, raízes e sementes. Eles podem ser extraídos de vários lugares e de vários tipos de planta

Introduzido durante o período da Renascença, o termo óleo essencial  designava  “a  alma  da  planta”,  a  quintessência  para  a  cura.  Anteriormente a este período, Roma  após  invadir  territórios  como  o  Egito,  disseminou  o  uso  de  plantas aromáticas em banhos, sendo que os romanos chegaram a ter mais de 1000 casas de banho por volta de 753 a.C.. (SILVA, 1998).

As plantas aromáticas, bem como os respectivos óleos essenciais, são utilizadas desde  o  início  da  história  da  humanidade  para  saborizar  comidas  e  bebidas; empiricamente usadas para disfarçar odores desagradáveis; atrair outros indivíduos e controlar  problemas  sanitários,  contribuindo  também  para  a  comunicação  entre  os indivíduos e  influenciando o  bem-estar dos  seres humanos  e animais, demonstrando assim  uma  antiga  tradição  sociocultural  e  socioeconômica  da  utilização  destes produtos.

Os óleos essenciais  são  compostos  naturais,  voláteis  e  complexos, caracterizados por um forte odor, sendo sintetizados por plantas aromáticas durante o metabolismo secundário  e normalmente  extraídos de plantas encontradas  em países quentes,  como  as  do  mediterrâneo  e  dos  trópicos,  onde  representam  parte importante da farmacopeia tradicional. 

As propriedades farmacológicas atribuídas aos OE são diversas, e algumas são preconizadas por apresentarem vantagens importantes, quando comparadas a outros medicamentos, (como por exemplo a sua volatilidade) que os torna ideal para uso em nebulizações, banhos de imersão ou simplesmente em inalações.  A volatilidade e o baixo peso molecular de seus componentes também são de grande valia, pois possibilitam que eles sejam rapidamente eliminados do organismo através das vias metabólicas. Os OE apresentam diferentes propriedades biológicas, podendo ser utilizados nas mais variadas ocasiões.

Como utilizar os óleos essenciais em crianças?

Uma das características para prestar atenção ao trabalhar com crianças é que, a pele, o olfato e o sistema como um todo dos pequenos, é muito mais sensível que o de adultos. Por isso, por mais que não haja contraindicações em relação à aromaterapia e ao uso de óleos essenciais, é importante seguir alguns preceitos básicos, como não aplicar os óleos essenciais diretamente na pele, tanto em crianças quanto em adultos.

Os óleos essenciais, como já citado acima, são concentrados fortes, demandando sua diluição em água ou em óleos vegetais. Tomando esse cuidado, a possibilidade de irritações ou alergias diminuem, potencializando o poder terapêutico dos óleos essenciais.

  • Óleo de amêndoas doces;
  • Óleo de calêndula;
  • Óleo de semente de uva;
  • Óleo de rosa mosqueta;
  • Óleo de jojoba.

As medidas de diluição vão de acordo com a idade do bebê. Quanto mais nova a criança, mais o óleo essencial deve ser diluído.

Conheça alguns dos óleos indicados para uso em crianças e o que eles tratam.

Tratamento de ansiedade

Muitas crianças e recém nascidos são hiperativos ou sofrem de ansiedade. Essa condição pode afetar inúmeros setores da vida deles, como a qualidade do sono, a capacidade de aprendizado, de autocontrole, pode tornar a convivência com outras pessoas um pouco mais difícil.

Os óleos essenciais e a Aromaterapia conseguem auxiliar a acalmar essas crianças. Os óleos indicados para acalmar são:

  • Óleo de lavanda

O óleo de lavanda possui inúmeros benefícios para crianças, entre eles o auxílio no controle da ansiedade. Ele é um calmante natural e pode ser diluído em água para ir em um difusor de aromas, ou ser diluído em um óleo carreador e aplicado no pezinho da criança.

  • Óleo de laranja doce

O óleo de laranja doce é um calmante excelente. Além de auxiliar na absorção de Vitamina C, combate a insônia e ansiedade. O óleo de laranja também pode ser diluído em água para o difusor de aromas ou em um óleo carreador e aplicado na pele da criança.

  • Óleo de lavanda + Óleo de capim limão

O óleo de capim limão é um ótimo antisséptico, fungicida, bactericida e adstringente. Misturado com o óleo de lavanda, produz um cheiro maravilhoso e calmante. Os dois óleos podem ser diluídos em óleo de amêndoa e massageados nos pés da criança. Também podem ser diluídos no difusor para aromatizar o ambiente.

Os óleos essenciais contemplam várias propriedades que realmente fazem efeito na vida e saúde de crianças e adultos. Com cautela e seguindo as recomendações de uso, é provável que você encontre apenas benefícios.

Lembrando que as indicações acima são apenas dicas. A Aromaterapia é um cuidado complementar e útil, mas não substitui recomendações médicas. Para um tratamento completo e específico, procure um especialista.

Sistema Digestivo: Veja como cuidar do seu.

Sistema Digestivo: Veja como cuidar do seu.

Você sabia que para manter a saúde do seu corpo em dia, é preciso cuidar primeiro do seu sistema digestivo? Pois é, ele é essencial para manter o equilíbrio do nosso corpo, melhorando nossa imunidade, auxiliando a ter uma melhor defesa do nosso corpo contra agentes estranhos.

Um sistema digestivo saudável também ajuda a manter o equilíbrio do nosso metabolismo, fazendo com que tenhamos disposição para realizar as atividades do dia-a-dia.

Para te ajudar a manter o sistema digestivo em dia, separamos algumas dicas que podem ajudar na sua saúde:

  • Mastigue bem os alimentos antes de ingeri-los. É uma dica simples, mas bem importante, pois a saliva, além de possuir efeito tamponante (regulador do pH) consegue quebrar parte dos carboidratos presentes nos alimentos que ingerimos. Além disso, a quebra dos alimentos via mastigação em partículas menores aumenta a superfície de contato dos fragmentos de comida para sofrerem as ações das enzimas digestivas do nosso organismo.
  • Beba muita água! Esse hábito é essencial, pois além de hidratar o organismo, a água é importantíssima para o bom funcionamento do intestino. Além disso, ela é a “matéria-prima” principal para a fabricação do sangue em nosso organismo, que é quem transportará todos os nutrientes obtidos dos alimentos para todas as partes do nosso corpo. Quando não há ingestão de água suficiente, o sistema é prejudicado, causando constipação.
  • A prática de exercícios na rotina faz com que o fluxo de sangue no organismo se eleve, facilitando o processo de digestão. Quem não pratica exercícios, pode ter sobrepeso, o que interfere no funcionamento saudável do sistema digestivo.

Existem alguns hábitos matinais que também são essenciais para o bom funcionamento do sistema digestivo, como:

  • Tome café da manhã, com frutas e fibras. Isso ajudará a fornecer a energia que você precisa para começar o dia.
  • Faça automassagem. Estudos mostram que o estresse pode afetar o estômago e intestino. Massageie seu abdômen por 5 minutos antes de se levantar ou durante o banho.
  • Em jejum, tome um copo cheio de água. Isso ajuda o seu organismo a começar a trabalhar, para que tudo fique em equilíbrio.

Cuide do seu corpo. Ele é seu templo e é com ele que você vai realizar todos os seus projetos. A Proderma tem todos os medicamentos necessários para que você possa cuidar de todos os seus sistemas, levando uma vida mais equilibrada e saudável.