3447-7000 / 3421-2112 contato@farmaciaproderma.com.br

      Curcuma longa, Moringa oleifera e Murraya koenigii

                  O sobrepeso incomoda, e muito, todas as pessoas que sofrem com disfunções metabólicas, desordens alimentares e distúrbios psicológicos que causem descontrole na ingestão de alimentos.

                  Além disso, com o avanço da idade e o declínio hormonal, nosso metabolismo regride progressivamente, e manter nosso corpo em forma pode ser uma tarefa desafiadora para muitos.

                  Assim, a suplementação com ativos que facilitem a perda de massa gorda, juntamente com uma alimentação balanceada e exercícios físicos regulares se tornam essenciais para o sucesso no controle de peso.

                 Saiba um pouco mais sobre os ativos de nosso composto:

      Curcuma longa: Ação anti-inflamatória, hepatoprotetora e imunomoduladora

      Nome científico: Curcuma longa L.

      Família: Zingiberaceae.

       Moringa oleifera: Atividade hepatoprotetora, analgésica, nutracêutica, anti-inflamatória e antipirética

      Nome científico: Moringa oleifera Lam.

      Família: Moringaceae

       Murraya koenigii: efeito antihiperglicemico e antioxidante

      Nome científico: Murraya koenigii

      Família: Rutaceas

       Com estes três potentes ativos naturais, a Proderma oferece uma opção inovadora da medicina ayurvédica para o controle de peso. Produzido pela Laila Nutraceutics, esta formulação recebeu o prêmio de “Ativo mais inovador na gestão do peso de 2017”, no evento Nutra Ingredients Awards 2017, realizado em Genebra, na Suíça.

      Em um estudo de 16 semanas, o ativo LI85008F em questão foi testado em dois grupos de 70 pessoas entre 21 a 50 anos de idade, comparando sua eficácia com um placebo, administrado randomizadamente em teste duplo-cego.

      Os participantes caminhavam meia hora por dia, 5 dias por semana, e foram aconselhados a seguir uma dieta de 1800 kcal diária.

      Como resultado, a suplementação com o ativo resultou em melhorias significativas nos perfis lipídicos, reduzindo o colesterol de baixa densidade (LDL) e aumentando o colesterol de alta densidade (HDL).

      Outro efeito positivo foi na redução do peso corporal (em média 5,36 kg), resultando em reduções significativas nas circunferências da cintura e do quadril.

      Assim, conclui-se que a suplementação com os ativos naturais, acompanhada de  restrição calórica modesta e atividade física é bem tolerada, segura e eficaz para o gerenciamento de peso em homens e mulheres com sobrepeso.

      Link do estudo: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29923305

      Compartilhe

      Envie essa matéria para os seus amigos!