fbpx
3447-7000 / 3421-2112 contato@farmaciaproderma.com.br

Os lábios são expostos diariamente a diversos fatores agressivos, como radiação solar, produtos químicos, poluição, ventos, baixas umidades do ar, entre outros.

Essas agressões, quando não controladas, podem trazer diversos problemas à saúde labial, como ressecamento, espessamento, ulcerações e até mesmo manifestações cancerígenas.

Radiação solar e a saúde labial

A partir de certo ponto de exposição ao sol, os lábios passam a apresentar aspecto ressecado, áspero e escamoso. Essas alterações são consideradas pré-cancerosas, sobretudo se a superfície do lábio se afinar, ficar avermelhada e surgirem feridas (úlceras).

As feridas labiais (úlceras) têm várias causas. Uma ferida labial com extremidades duras pode ser um indício de condições mais graves, como as ceratoses actínicas e os ceratoacantomas, que devem receber a devida atenção médica quando diagnosticados.

Outras causas das feridas labiais

As feridas também podem desenvolver-se como um sintoma de outros problemas de saúde, tais como eritema multiforme, infecção por herpes labial recorrente ou sífilis.

A doença de Kawasaki, uma doença de causa desconhecida que geralmente ocorre em bebês e crianças de até 8 anos, pode causar secura e rachaduras dos lábios, e vermelhidão do revestimento da boca.

Vale lembrar que pessoas com mais de 45 anos e de pele clara expostas intensamente ao sol são mais suscetíveis aos danos causados pela radiação, portanto devem tomar os cuidados necessários com a saúde labial.

Queilite

Devido à inflamação dos lábios (chamada queilite), os lábios podem apresentar dor, irritação, avermelhados, rachados e descamativos.

Mais comumente, a irritação e inflamação envolvem os lábios e as pregas cutâneas nos cantos da boca (chamado queilite angular), normalmente se a pessoa:

– Usar dentaduras que não separam as mandíbulas adequadamente;

– Apresentar desgaste excessivo dos dentes, resultando em menor espaço entre os dentes superiores e inferiores;

– Tiver uma infecção fúngica ou bacteriana labial;

– Tiver deficiência de vitamina B2 ou de ferro na dieta.

O tratamento consiste em substituir a dentadura, o que ajuda a reduzir as pregas nas bordas da boca, ou restaurar o tamanho adequado dos dentes com dentaduras parciais, coroas ou implantes. As infecções são tratadas com medicamentos aplicados nos cantos da boca. Deficiência de vitamina B2 e deficiência de ferro podem ser tratadas por administração de suplementos vitamínicos.

Outras formas de queilite geralmente afetam a superfície externa dos lábios e a borda dos lábios com a pele. As causas incluem infecção, lesão pelo sol, medicamentos ou substâncias irritantes, alergia ou um quadro clínico de base. O tratamento inclui a aplicação de hidratantes labiais e eliminação ou tratamento dos quadros clínicos de base.

A Proderma conta com opções completas de protetores labiais (com e sem filtro solar) para manter a sua saúde labial, com formulações ricas em ômega-6, blends de ceras e óleos vegetais, e muito mais.

Entre em contato e peça já o seu!