• CONHEÇA NOSSAS LOJAS
  • (19) 99883-9009 / (19) 99811-3752
  • (19) 3447-7000 / (19) 3421-2112
  • contato@farmaciaproderma.com.br

Amora 500mg 60 cápsulas

Cod: 006588

R$46,50

Amora 500mg 60 cápsulas

Retire na loja

Selecione local de Retirada


NÃO SEI MEU CEP

Amora 500mg 60 cápsulas

A amoreira é uma árvore originária do sudoeste asiático, sendo encontrada em diferentes regiões do Brasil.

Benefícios

- Ajuda no alívio dos sintomas do climatério*;

- Auxilia no tratamento da diabetes (efeito hipoglicemiante);

- Anti-inflamatória;

- Antirradicais livres.

Modo de usar: se não houver recomendação médica contrária, recomenda-se tomar 2 cápsulas por dia. Ingerir com líquido.

*Apesar de os estudos identificarem compostos fitoestrogênicos em Morus nigra L., ainda não há comprovação de sua eficácia quando utilizada como substância estrogênica. Os efeitos positivos da planta no alívio de sintomas do climatério foram confirmados por consenso de uso popular (maior que 50%).

Mecanismo de ação

As folhas de Morus nigra apresentam alta concentração dos alcaloides 1,4-didesoxi-1,4-imino-D-arabinitol, 1-desoxinojirimicina e 1,4- dideoxi-1,4-imino-D-ribitol cujas propriedades físico-químicas simulam as características da molécula de açúcar, regulando a captação de monossacarídeos pelos transportadores de glicose (GLUT4) nos músculos esqueléticos e no tecido adiposo. O extrato das folhas da amoreira atenua o quadro de resistência à insulina ao modular a homeostase da glicose por meio da supressão de enzimas gliconeogênicas e do estímulo das enzimas glicolíticas.

A Morus nigra L. é composta por compostos fenólicos (flavonoides e antocianinas), que reduzem a concentração de radicais livres e apresentam efeitos positivos contra a peroxidação lipídica. A ação desses compostos diminui o acúmulo de radicais livres resultantes do estresse oxidativo e aumentam a atividade antioxidante das enzimas superóxido dismutase (SOD) e glutationa peroxidase (GSH-Px).

Composição por cápsula: Morus nigra E.S. 500mg e Excipiente q.s.p. 1 cápsula.

Advertências, contraindicações e precauções

1. Nunca compre medicamentos/suplementos/cosméticos sem orientação de um profissional habilitado.

2. Imagens meramente ilustrativas.

3. Pessoas com hipersensibilidade à(s) substância(s) não devem ingerir e/ou aplicar o produto.

4. Em caso de hipersensibilidade, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.

5. Não use o medicamento/suplemento/cosmético com o prazo de validade vencido.

6. Mantenha o medicamento/suplemento/cosmético em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteja da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento/suplemento/cosmético se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

7. Todo medicamento/suplemento/cosmético deve ser mantido fora do alcance de crianças.

8. Este medicamento/suplemento/cosmético não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica ou do profissional legalmente habilitado.

9. Medicamentos/suplementos encapsulados não deverão ser partidos, mastigados ou ter o conteúdo misturado diretamente em líquidos. Cosméticos não devem ser misturados, aquecidos, resfriados ou diluídos, a não ser que você receba orientação contrária. Respeite a forma farmacêutica prescrita pelo profissional.

10. Siga corretamente o modo de usar.

11. "O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário o direito à informação e orientação quanto ao uso de medicamentos solicitados por acesso remoto" RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

12. Preços e condições exclusivos para o site da Proderma. Os preços podem sofrer alterações sem prévia notificação.

13. Os medicamentos vendidos sob prescrição só serão dispensados mediante a apresentação da receita enviada via fax, e-mail ou link da receita digital. Evite a automedicação, medicamentos podem causar efeitos indesejados. Procure sempre um médico ou informe-se com a equipe farmacêutica Proderma.

14. Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico, conforme a Resolução 586/2013 do Conselho Federal de Farmácia. Consulte-nos.

15. Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico. Não garantimos os resultados descritos, pois variam de pessoa para pessoa, dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos e presença de outras patologias, bem como o uso correto do produto conforme descrito na posologia."

16. As descrições dos medicamentos/suplementos/cosméticos neste site não se tratam de propaganda, mas explicações sobre os mecanismos de ação e efeitos avaliados cientificamente dos mesmos. Consulte sempre um profissional legalmente habilitado antes de fazer uso de qualquer medicamento/suplemento/cosmético.

17. Não recomendamos o uso de qualquer medicamento/suplemento/cosmético por gestantes, lactantes (mulheres amamentando) ou crianças, salvo sob recomendação médica ou de profissional legalmente habilitado.

18. A Proderma é uma farmácia de manipulação e, portanto, os produtos anunciados neste site serão produzidos sob encomenda. Estes pedidos usualmente ficam prontos em 48h.

19. Este medicamento é contraindicado em casos de gastrite e úlcera gastrintestinal.

Informações:

PRODERMA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO LTDA

Responsável técnico: Helena de Fátima Baptistella de Nápoli - CRF SP 8438

Loja 1 (Matriz): Rua Prudente de Moraes, 917 - Centro - Piracicaba SP / CEP: 13400-315

Tel: (19) 3447-7000 / Whatsapp: (19) 99883-9009

Loja 2 (Filial): Avenida Rui Barbosa, 519 - Vila Rezende - Piracicaba SP / CEP: 13405-217

Tel: (19) 3421-2112 / Whatsapp: (19) 99811-3752

Referências

1. Padilha MM, Moreira LQ, Morais FF, Araújo TH, Morus L. Artigo Estudo farmacobotânico das folhas de amoreira-preta ,. Rev Bras Farmacogn. 2010;20(June):621-626.

2. Rodrigues EL, Marcelino G, Silva GT, et al. Nutraceutical and medicinal potential of the Morus species in metabolic dysfunctions. Int J Mol Sci. 2019. doi:10.3390/ijms20020301

3. Miranda MA, Vieira GD-V, Alves MS, Yamamoto CH, Pinho JDJRG De, Sousa OV De. Uso etnomedicinal do chá de Morus nigra L. no tratamento dos sintomas do climatério de mulheres de Muriaé, Minas Gerais, Brasil. Rev HU. 2010.

4. Padilha MM, Moreira LQ, Morais FF, Araújo TH, Alves-da-Silva G. Estudo farmacobotânico das folhas de amoreira-preta, Morus nigra L., Moraceae. Rev Bras Farmacogn. 2010. doi:10.1590/s0102-695x2010000400024

5. Rodrigues EL, Marcelino G, Silva GT, et al. Avaliação toxicológica pré-clínica do chá das folhas de Morus nigra l. (Moraceae). Rev Bras Plantas Med. 2015;5(2):450-454. doi:10.1590/S1516-05722013000200012

6. SILVA SDN. Nutraceutical and Medicinal Potential of the Morus Species in Metabolic Dysfunctions. 2012.

7. Bergo PL de S. PADRONIZAÇÃO DE EXTRATOS DE FOLHAS DE AMOREIRA COM POTENCIAL FITOESTROGÊNICO PARA USO NO TRATAMENTO DOS SINTOMAS DO CLIMATÉRIO. 2016.

Amora Morus nigra L. extrato seco

Monodroga
500 mg
60 cápsulas

Sobre o produto
A Morus nigra L., família Moraceae, popularmente conhecida como amora preta e amoreira, é uma espécie vegetal de origem Asiática que pode também ser encontrada em algumas regiões brasileiras. Sua árvore apresenta entre 5 e 20 metros de altura e é constituída por folhas ásperas, de cor verde escura, grossas, simétricas, regulares e cordiformes. Estudos indicam que os frutos, folhas, cascas e raízes apresentam atividade terapêutica, sendo as folhas e os frutos os materiais vegetais de maior interesse farmacológico.

Aplicações segundo a literatura

Principais:
? Ajuda no alívio dos sintomas do climatério *
? Auxilia no tratamento da diabetes (efeito hipoglicemiante)
? Anti-inflamatória
? Antirradicais livres

*Apesar de os estudos identificarem compostos fitoestrogênicos em Morus nigra L, ainda não há comprovação de sua eficácia quando utilizada como substância estrogênica. Os efeitos positivos da planta no alívio de sintomas do climatério foram confirmados por consenso de uso popular (maior que 50%).

Mecanismo de ação
As folhas de Morus nigra apresentam alta concentração dos alcaloides 1,4-didesoxi-1,4-imino-D-arabinitol, 1-desoxinojirimicina e 1,4- dideoxi-1,4-imino-D-ribitol cujas propriedades físico-químicas simulam as características da molécula de açúcar, regulando a captação de monossacarídeos pelos transportadores de glicose (GLUT4) nos músculos esqueléticos e no tecido adiposo. O extrato das folhas da amoreira atenua o quadro de resistência à insulina ao modular a homeostase da glicose por meio da supressão de enzimas gliconeogênicas e do estímulo das enzimas glicolíticas.
A Morus nigra L. é composta por compostos fenólicos (flavonoides e antocianinas), que reduzem a concentração de radicais livres e apresentam efeitos positivos contra a peroxidação lipídica. A ação desses compostos diminui o acúmulo de radicais livres resultantes do estresse oxidativo e aumentam a atividade antioxidante das enzimas superóxido dismutase (SOD) e glutationa peroxidase (GSH-Px).

Modo de usar
- Se não houver recomendação médica contrária, recomenda-se tomar 2 (duas) cápsulas por dia, junto com líquidos.

Contraindicações
- Casos de gastrite e úlcera gastrintestinal.

Advertências e precauções
1.Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
8. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
9. Este medicamento não deverá ser partido ou mastigado.
10. Siga corretamente o modo de usar.
11. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".
Referências

1. Padilha MM, Moreira LQ, Morais FF, Araújo TH, Morus L. Artigo Estudo farmacobotânico das folhas de amoreira-preta ,. Rev Bras Farmacogn. 2010;20(June):621-626.
2. Rodrigues EL, Marcelino G, Silva GT, et al. Nutraceutical and medicinal potential of the Morus species in metabolic dysfunctions. Int J Mol Sci. 2019. doi:10.3390/ijms20020301
3. Miranda MA, Vieira GD-V, Alves MS, Yamamoto CH, Pinho JDJRG De, Sousa OV De. Uso etnomedicinal do chá de Morus nigra L. no tratamento dos sintomas do climatério de mulheres de Muriaé, Minas Gerais, Brasil. Rev HU. 2010.
4. Padilha MM, Moreira LQ, Morais FF, Araújo TH, Alves-da-Silva G. Estudo farmacobotânico das folhas de amoreira-preta, Morus nigra L., Moraceae. Rev Bras Farmacogn. 2010. doi:10.1590/s0102-695x2010000400024
5. Rodrigues EL, Marcelino G, Silva GT, et al. Avaliação toxicológica pré-clínica do chá das folhas de Morus nigra l. (Moraceae). Rev Bras Plantas Med. 2015;5(2):450-454. doi:10.1590/S1516-05722013000200012
6. SILVA SDN. Nutraceutical and Medicinal Potential of the Morus Species in Metabolic Dysfunctions. 2012.
7. Bergo PL de S. PADRONIZAÇÃO DE EXTRATOS DE FOLHAS DE AMOREIRA COM POTENCIAL FITOESTROGÊNICO PARA USO NO TRATAMENTO DOS SINTOMAS DO CLIMATÉRIO. 2016.

Depoimentos deste produto